Seja bem vindo(a), Domingo, 24 de Junho de 2018
Campanha 1

Para quem aprendeu "respirar" política ao longo dos últimos 30 anos, foram muitos momentos marcantes, muitas transformações, cujas algumas  imagens acabam falando  por si só.




Flashe da campanha para deputado estadual em 1990, foto do comitê eleitoral na confluência da XV de Novembro, com comendador João Cintra. Detalhe: fui candidato a deputado estadual e um dos "federais" com que fiz dobradinha era ninguém menos do que o atual governador José Serra, conforme mostra o "chevinho" aí em frente do comitê.




Para meu orgulho , possuo também este registro histórico da visita feita  à cidade pelo então candidato ao Senado da República, Mário Covas, que quatro anos depois disputaria e venceria a eleição para o governo de São Paulo. Falando em fato histórico, na foto aparece também a lendária figura do ex-prefeito de Campinas José Roberto Magalhães Teixeira, o "Grama", ícone da legenda do PSDB, falecido prematuramente poucos anos depois.


Ainda flashes da campanha de 1990, registrando uma audiência na Santa Casa quando o candidato José Serra foi recebido pelo então provedor da nossa Santa Casa, o saudoso e inesquecível Mauro Xavier e também pelo administradorAluísio  Ramiro Ferreira. Na foto anoto ainda a presença de dois saudosos ex-companheiros, José Casimiro Rodrigues e Nique Lazo, morador da rua Espanha.



Já naqueles tempos, fazer campanha eleitoral em Itapira e não ir tomar um café na pastelaria do Cachiba era a mesma coisa do que ir a Roma e não ver o Papa. Aí nesta visita com o candidato José Serra, vemos também na entrada da lanchonete vemos Gilmar Pompeu, o saudoso Nelson Guiraldelli, Emídio Alberto Mendes ( no balcão), todos merecendo atenção especial da saudosa Guiomar.



Mais saudade: José Serra foi recebido em almoço no tradicional Restaurante Topã que fguncionou durante muitos anos na sobreloja onde hoje existe a lotérica Leão de Ouro. Além de Gilmar Pompeu, Alberto Mendes e outros colegas os quais não é possível indentificar, vemos a presença do saudoso professor Carlos Alberto de Castro, o professor Carlão, outro  que penou muitos anos sendo oposição àquele que é considerado o maior político da história de Itapira e de toda nossa região, o deputado Estadual Barros Munhoz. Aliás, cabe aqui neste comentário uma mea culpa: por conta da divergência de opiniões entre os que preferiram permanecer na oposição e aqueles que como eu optaram por uma composição política, me lembro que radicalizei meu discurso e acabei falando coisas que não devia do professor Carlão, ao qual, infelizmente, não tive oportunidade de me desculpar pessoalmente.



Eu e Alberto Mendes (colega de Legislativo na época), fizemos este último registro que selou a visita do atual governador naquele distante ano de 1990.



A sequência de fotos que começa por essa aí, já mostra uma outra etapa da minha vida política, depois que eu e outros colegas que militávamos na oposição ao grupo de Munhoz, entramos em entendimento para encerrar nossas divergências, fazendo depois todos partes do mesmo grupo. A foto em questão remete à campanha para Prefeito de 1996, que culminou com o segundo mandato de prefeito dado pelo eleitorado da cidade para Munhoz.



Foram muitos os comícios onde era invariavelmente convidado a expor meus pontos de vista, salientando que, embora não seja nenhum orador daqueles de encher os olhos da platéia, pelo menos nunca fiz feio. Meu discurso dava bem para o gasto.



Um flagrante de uma das várias campanhas eleitorais minhas, quando tinha por hábito (mantido até hoje) de me reunir com a população.



Foto da campanha eleitoral de 1994, quando Munhoz foi escolhido pelo PMDB para disputar a sucessão do então governador Luiz Antonio Felury Filho( que tinha ao lado a esposa dona Ika Fleury), que aparece ao lado do Senador Romeu Tuma, outro convidado ilustre daquele evento realizado na Praça Bernardino de Campos. Na pontinha da foto a presença da ex-primeira dama Ana Carmen, a Cacá.Na outra ponta, ao meu lado, a também ex-primeira dama, Marlene Moro.



Mário  Covas, já governador, nos deu o privilégio de sua presença numa solenidade inaugural do conjunto habitacional Flávio Zachi, no final dos anos 90.



A campanha a prefeito de 2004, embora não tenha sido vitoriosa nas urnas( para a chapa majaoritária e também no meu caso particular), me possibilitou exercitar de uma maneira sem igual a palavra "camaradagem", que refletia o sentimento de união em torno de duas figuras muito queridas na cidade, do médico-veterinário José Alair de Oliveira (candidato a Prefeito) e do servidor Municipal Adolpho Santa Lúcia Junior (o Fifo), candidato a vice-prefeito. Bons Tempos!



Parodiando Milton Nascimento que diz em uma de suas mais famosas canções ( todo artista tem de ir aonde o povo está) todo político está também sujeito a momentos onde, de repente, está falando às moscas, como mostra a foto onde eu era aturado por três bravos e resistentes colegas.

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste blog.
Qualquer imagem/texto utilizado sem nossa prévia autorização incorrerá em ato criminoso e estará sujeito às sanções legais.
2018 | Blog do Noé Massari
Desenvolvido por: Digital Web Services