Seja bem vindo(a), Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017
09
Mai
OCUPAR TERRENOS VAZIOS: UMA NECESSIDADE

Há anos questiono a forma que a ocupação do solo em nossa cidade seja feita de maneira que acredito ser a mais correta, mas infelizmente não tenho conseguido êxito.
Minha sugestão para o crescimento demográfico em nossa cidade sempre foi e é ocupar primeiro os terrenos vazios entre um bairro e outro e não fazer como tem sido feito.
Expandimos nossa área urbana, levando novos empreendimentos imobiliários públicos ou não, cada vez mais distantes do centro e com isto encarecendo cada vez mais o custo da manutenção dos serviços básicos para a população.
Este comentário é um alerta para que nossos futuros governantes não cometam os erros que cometemos no passado e continuam a ser cometidos pela atual administração.
Exemplo; Implantamos os loteamentos Istor Luppi e José Tonoli e construímos o conjunto habitacional Braz Cavenaghi. E se isto não bastasse à atual administração está em vias de implantar outro conjunto depois do Braz Cavenaghi, levando nossa população cada vez mais longe do centro.
Basta dar uma volta pela cidade ou dar uma olhada no google e ver quantos terrenos sem edificações existem que poderiam ser aproveitados para construção de novos conjuntos habitacionais; áreas estas com toda infra estrutura e serviços básicos como escolas, creches, UBS e tudo mais que encarece na manutenção da cidade.
Se não tomarmos as devidas providências urgentemente, em breve nossa cidade como a maioria das demais ficarão inadministráveis.
Quando comento este assunto, sempre vem a pergunta: Mas não é muito caro para o município desapropriar estas áreas?
Acontece que quando se compara uma área desocupada mais próxima do centro ou entre um bairro e outro, esquece-se que naquele local não será necessário implantar toda a infra-estrutura porque ali já existe e é o mais caro do empreendimento.
Minha proposta foi e continua sendo proibir a expansão urbana até que todas as áreas sem edificações no município sejam preenchidas.
Para que não venham dizer que sou contra os proprietários destas áreas, defendo que as desapropriações sejam pagas a preço de mercado e posso garantir que com os estudos feitos por mim, ficam bem mais barato desta forma do que como vem sendo feito até hoje.

É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste blog.
Qualquer imagem/texto utilizado sem nossa prévia autorização incorrerá em ato criminoso e estará sujeito às sanções legais.
2017 | Blog do Noé Massari
Desenvolvido por: Digital Web Services